COMO DESCOBRIR SE ESTOU EM UM RELACIONAMENTO ABUSIVO?

junho 01, 2016

COMO DESCOBRIR SE ESTOU EM UM RELACIONAMENTO ABUSIVO?
Por Psicólogo Douglas Amorim

"É falso o amor que leva o homem à indignidade"
Camilo Castelo Branco

Um relacionamento é a soma de duas existências. É o resultado de duas pessoas que se encontraram, se gostaram e decidiram dividir e compartilhar suas existências, para formar uma terceira. Então, você se torna um outro corpo, um outro, o casal. Que terá espaços para serem e para não serem também, o que você é/era.

O senso comum costuma gritar aos quatro cantos que você deve ser você independente de qualquer coisa, mas será que isso é possível quando se está em um relacionamento?

Entrar em um e não ter a plena convicção de que deve estar disposto à transforma-se é o primeiro grande equívoco de um aspirante à “relacionamento sério”. A transformação, o sacrifício e o desejo de se desenvolver enquanto pessoa, tem de existir em ambas as partes.

O componente relacional deve ser o desejo em fazer o outro feliz. Quando isso falta em uma parte, significa que apenas um está se relacionando. Na química quando os diferentes elementos se encontram eles se transformam. É possível entrarem em contato e não se transformarem, o que significa que eles não estão se relacionando.

A transformação é o indicativo que o outro está de fato comprometido. Se há uma imposição de um SER sobre o OUTRO, quando um abre mão de todas as coisas, quando apenas um pede desculpas, quando o outro dita todas as regras, então não houve mutação do estar-solteiro para o estar-comprometido.

Ouço de muitos pacientes que afirmam que sentem sozinhos dentro de um relacionamento, porque o outro não divide a carga do comprometimento em estar-para-o-outro. Muitas vezes afirmam  que sentem que estão sendo negligenciados e, até mesmo angustiados porque o outro se impõe de tal forma que sentem que nem sabem mais quem são.
Há de se perguntar se está um relacionamento abusivo, de imposição e sozinho. Se lhe causa angústia e impossibilidade de solução dessas questões que são mais emocionais e subjetivas, então é melhor colocar o relacionamento sob sua avaliação.
Mais como saber se estou em um relacionamento abusivo? Segue pontos à observar:

1. Te tira o prazer de ser quem você é.
2. Não te provoca à mudança por desejo de crescer.
3. Te impõe mudanças através de ameaças de abandono.
4. Te obriga a mudar de roupa constantemente.
5. Te proíbe de falar com amigos.
6. Desconfia de tudo.
7. Transforma qualquer coisa em briga e faz sempre parecer que você é louco (a).
8. Nunca reconhece erro, ou pede desculpas.
9. Adiciona, exclui ou bloqueia pessoas das suas redes sociais sem sua autorização.
10. Expõe sua situação financeira, suas questões emocionais ou íntimas para amigos.
11. Diminui ou não celebra suas conquistas.
12. Faz piadas sobre sua aparência.
13. Faz comparações com relacionamentos anteriores.
14. Há assuntos que não se pode tocar.
15. Está sempre irritado, mal humorado e indisposto para as sugestões de programas que você dá.
16. Ameaça de se matar, sumir ou qualquer outra coisa ruim caso o/a deixe.

As pessoas levam para seus relacionamentos suas histórias, suas experiências, sua infância, e até os hábitos de sua família. Quando essas coisas já estão bem elaboradas, bem compreendidas, elas contribuem para o crescimento e amadurecimento do casal. Quando não estão elas podem ser aquilo que irá fazer ruir toda a construção. Observe bem, compreenda melhor, mas, não se relacione sozinho(a).


  Douglas é psicólogo, atende em Cuiabá crianças,     adolescentes, adultos. Coordena um grupo terapêutico para pacientes no pré e  no pós-operatório da cirurgia bariátrica. Realiza  atendimento online e publica diariamente frases e pensamentos no perfil do Instagram: www.instagram.com/umpsicologoemcuiaba - Agendamentos de consulta pelo WhatsApp 65 9293 9445

You Might Also Like

11 COMENTÁRIOS

  1. mt bom esse post! tenho certeza que mts meninas se encontram em alguma situação semelhante meio sem saber, devemos ficar mt atentas

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Eu quando vi os pontos em outros blogs vi que já passei por isso, mas não sabia o que tava acontecendo na época.
    Ainda bem que acabou foi.. E eu to muito bem hoje.
    Beijos!
    Blog Pam Lepletier

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E isso não pode acontecer Pâmella, temos que ficar atentas. Ainda bem que acabou e que bom que hoje você está bem ♥

      Excluir
  3. Oi Bianca,
    Adorei o post. eu já estive em um relacionamento abusivo e tiquei qse todos os itens da lista.Me separei e hj sou muito bem casada , há 15 anos.
    Ele dizia tanto que eu era louca que eu resolvi procurar por terapia. Na terapia descobri que a minha única loucura era estar com ele, que não valia à pena.
    Bjs
    gosto-disto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que está casada e bem. 15 anos é sucesso Betty. Felicidades.

      Excluir
  4. AMEI!!!! Texto perfeito e muito propício para a situação em que vivemos.

    Beijos ♥

    Jéssica || Fashion Jacket
    www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
  5. Credo, ainda bem q eu nunca passei por esse tipo de situação. Mas infelizmente algumas de minhas amigas já passaram por situações parecidas, ainda bem q elas conseguiram se livrar disso. Bjinhos e parabéns pelas dicas, com certeza vai ajudar mta gente :)

    http://milcoisasquevocedeveriasaber.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. ótimo post isso vai ajudar muitas pessoas
    que estão em um relacionamento assim sem saber
    bjs

    Batom&Blush
    |http://marilisdasilvadutra.blogspot.com.br/|

    ResponderExcluir
  7. Eu namorei uma tranqueira assim, o pior é que a gente se sente presa, ainda bem que sai dessa!
    Bjoo

    Tiemi
    RoseBox

    ResponderExcluir

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images